Polícia Militar contará com 50 novos tenentes-médicos

Após a nomeação, o efetivo será empossado e ingressará no curso de formação para, então, atuar no Centro Médico da corporação

A Polícia Militar de São Paulo ganhou 50 novos tenentes-médicos. O governador Geraldo Alckmin nomeou os profissionais nesta quinta-feira (8), e o efetivo fará parte do Quadro de Oficiais de Saúde (QOS). Eles vão atuar no Centro Médico (CMed) da corporação.

“Participamos agora da cerimônia de nomeação de 50 médicos para a nossa Polícia Militar. Ato importantíssimo do governador Geraldo Alckmin, que traz benefícios não só para a Policia Militar, mas para toda a sociedade”, comentou o secretário de Segurança Pública, Mágino Alves Barbosa.

Os futuros tenentes-médicos, 31 homens e 19 mulheres, foram aprovados em um concurso público aberto, realizado em abril de 2017. Nas próximas semanas, os PMs serão empossados e ingressarão no curso de formação, que dura cerca de 6 meses. As aulas acontecem na Academia de Polícia Militar do Barro Branco (APMBB).

Os médicos da PM são responsáveis pelo atendimento dos colegas da corporação e também estão preparados para atuar em ocorrências médicas em grandes eventos e situações de emergência.

“Esses médicos, oficiais policiais militares, eles participam não só do cuidado com a saúde do policial militar, mas também da saúde da população em situações de risco. É um ato do governador Geraldo Alckmin de extrema importância para a sociedade e para a nossa Polícia Militar”, completou o secretário.

Ao ingressar na carreira, o oficial médico ocupa o posto de tenente de 2ª classe, exercendo um período de estágio com duração de 1 ano. Depois dessa fase, é promovido à 1ª classe.

Reforço de efetivo e investimentos

Desde 2011, o Governo de São Paulo contratou 26.527 policiais militares e bombeiros para atuar em todas as regiões do Estado. No mesmo período, foram adquiridas 11.672 viaturas para a Polícia Militar, compradas com um investimento de R$ 597 milhões.

Também estão em formação nas academias 2.438 futuros policiais militares, sendo 2.062 soldados e 376 alunos-oficiais. Além disso, estão em andamento concursos públicos para preencher mais 2.200 vagas de soldados e 221 de alunos-oficiais.

O governador também autorizou a abertura de dois processos seletivos que irão disponibilizar mais 5.400 vagas para soldados.

Fonte: saopaulo.sp.gov.br

Comente esta matéria

Comente esta matéria