A JUSTIÇA DA PMERJ: Assassino continua dentro. Bom policial continua fora

Olá amigos! Vamos cobrar nesta postagem, o caso de mais um companheiro policial militar, que foi excluído pelos mesmos motivos do SD SAMUEL (fato relatado em postagem anterior neste blog) e que fez contato com um dos gestores deste blog para que não esquecessemos do seu caso. Trata-se do policial militar, CB PM CRISTIANO MATTOS (foto), que era lotado no 11ºBPM ( Nova Friburgo ) na época da greve, e que foi excluído pelo simples fato de ter postado em sua pagina no facebook, frases e fotos apoiando o movimento grevista que ocorreu no inicio do ano de 2012 aqui no RJ. Agora pergunto ao secretário de “insegurança” publica Mariano Beltrame, ao cmte geral da PMERJ coronel Costa Filho e ao governador, como é que um assassino como o tenente-coronel Albuquerque continua nos quadros da PM, recebendo seu salario normalmente, e um policial que não cometeu crime algum, continua excluído, fora da corporação, por simplesmente ter se manifestado a favor da greve? Como é que o 1º tenente Saumel FARIA, miliciano perigoso de D. de Caxias, presos por duas vezes pela DRACO, continua nos quadros da PMERJ, enquanto que bons policiais, que apenas exerceram seus direitos garantido em constituição, continuam excluídos? Inadmissível isso! O comandante da PM sabe o que ele fez com a vida e com o sonho deste policial? Acabou com tudo, pôs tudo por agua abaixo. Será que ele consegue dormir a noite, sabendo que pode ter destruído uma família por causa desta exclusão arbitrária? Se fosse um policial bandido, um mau policial que foi pego extorquindo motorista, por exemplo, não estariamos aqui cobrando nada. Pelo contrário, escrachariamos, como ja fizemos aqui varias vezes. Mas, trata-se de um bom policial. Graças a Deus, alguns companheiros excluidos na greve conseguiram o direito de serem reintegrados à PMERJ. Esperamos que o policial Cristiano Mattos, assim como o SD samuel, também consigam este direito. Estamos aqui usando o caso do coronel assassino como argumento, porque não tem cabimento isso; manter excluidos e negar o direito de dois bons policiais militares serem reintegrados à polícia, e continuar sustentando um assassino confesso nos quadros da corporação. Que justiça é essa?! O mundo tá de cabeça pra baixo na PMERJ! O policial militar Cristiano Mattos, hoje estando tentando dar a volta por cima, fazendo faculdade pelo programa FIES, e se virando como pode pra tocar sua vida e manter sua família. Não é justo que um assassino continue na PMERJ, e bons policiais militares continuem fora da PMERJ só por terem se manifestado numa rede social a favor de uma greve. Infelizmente, este regulamento arcaico e arbitrario, faz com que os policiais militares sejam submetidos a isso. São excluídos, têm suas vidas destruídas, por algo que na justiça comum não seria crime. Queremos a REINTEGRAÇÃO do SD Samuel e do CB Cristiano Mattos o mais rápido possivel. Já que um tenente-coronel assassino e um tenente miliciano duas vezes preso, podem continuar nos quadros da PMERJ, por que dois bons policiais, guerreiros, que simplesmente se manifestaram numa rede social, e não mataram ninguém, e não roubaram, não podem continuar na PM? Queremos só o justo, e nada além disso. REINTEGRAÇÃO DOS DEMAIS POLICIAIS MILITARES AINDA EXCLUÍDOS COVARDEMENTE NA GREVE, JÁ! (Blog da verdade RJ).

Matéria enviada em “Sugerir uma postagem no blog” – Envie e sua também é só clicar aqui

Comente esta matéria

Comente esta matéria

Deixe seu comentário