AOS COMANDANTES DAS FORÇAS SINGULARES DAS FFAAA

—– Original Message —–

Sent: Friday, September 16, 2011 9:52 AM
Subject: AOS COMANDANTES DAS FORÇAS SINGULARES DAS FFAAA doc. nº 199 – 2011
AOS COMANDANTES DAS  FORÇAS SINGULARES  DAS  FFAAA doc. nº 199 – 2011
As Forças Armadas “destinam-se a defesa da Pátria, à garantia dos poderes constitucionais (Art 142 da Constituição de 1988) Assim lhes cabe defender as Instituições, a começar pela Instituição – Família; o funcionamento, interdependente, dos Três Poderes da República, etc. de qualquer tipo de crime, especialmente, o organizado, que direta ou indiretamente, possam ameaçar a Defesa Nacional debilitando e mesmo comprometendo a nossa Soberania e Integridade Territorial.
Pode a Nação acreditar que a Defesa da Pátria será garantida por um Congresso, onde atos de corrupção estão presentes, envolvendo parlamentares em escândalos, malversação e desvios do recursos públicos, nepotismo, e etc. e etc.? Pode-se acreditar num Poder Judiciário já, agora, contestado, até pelos juizes de Primeira Instância, por sua inoperância e mesmo, desmoralização pelo Poder Executivo que não cumpre as ordens judiciárias e não zela pela Constituição Federal?! Deve-se acreditar que o Poder Executivo continuará a fazer a prometida “faxina”, visando eliminar os corruptos e subversivos que, hoje, estão a frente da administração pública nacional, realizando apropriações imorais e desvios dos recursos públicos, em todas as áreas, como por exemplo, nos transportes, comunicações, turismo, saúde, na educação, no decantado  PAC 1, onde a corrupção  generalizou-se, sofrendo uma pressão terrível dos envolvidos nas “maracutaias” quase que diárias?!
A Nação agoniza, em todos os seus fundamentos – na desmoralização dos indivíduos  que assistem seus direitos vilipendiados todos os dias;  no sucateamento das FFAA – única Instituição  que goza de alta credibilidade da Nação; na debilidade dos três Poderes da República envolvidos, diariamente, em corrupção, na impotência para funcionar com regularidade, etc. e etc. Assim também acontece  com o funcionamento dos 37 ministério. Citamos apenas o Ministério da Justiça completamente empenhado no Projeto de Lei da Verdade, que visa descobrir o paradeiro de 236 celerados  que atentaram contra a Pátria, na segunda metade  do século passado e nada fazendo para descobrir  as responsabilidades pelas mortes de 30 mil brasileiros, nos confrontos com o aparato de segurança que perdeu 1.800  servidores, além  das mortes de 35 mil brasileiros falecidos nos desastres de trânsito, isto,só em 2010. E que dizer  dos 200 mil condenados, soltos por falta de presídios.?!
 Fica a sociedade, como um todo, responsabilizando os Comandantes das Forças Armadas para que salvem a Nação esquecendo que elas são subordinadas aos 3 Poderes da República , pedindo que cumpram suas missões  constitucionais, parecendo ao povo que não acompanham, pois calados ficam, como aceitando, sem nenhuma  ação conhecida,  a tudo acima relatado.  Parece que, a sociedade os consideram impassivos e que:
–   assistem às violentações à Constituição, como, por exemplo: às invasões de propriedades privadas e às ocupações  de prédios públicos, pelo subversivos do MST?! Que dizer das proibições aos militares freqüentarem a atos religiosos, especialmente, mandado celebrar em memória dos 119  Heróis Nacionais que perderam suas vidas, em defesa da Democracia e da Pátria ?
–  vêm antigos sindicalistas, subversivos da ordem vigente ocupando postos- chaves dos ministérios e empresas estatais, nutridos com milionárias remunerações e praticando o peleguismo, desenfreado, e o enriquecimento ilícito, da noite para o dia ?!!!
–  assistem à roubalheira nos contratos de serviço, de publicidade, despesas nos cartões corporativos, mordomias de toda ordem, evasão milionárias de recursos, enquanto as verbas orçamentárias destinadas as FFAA, são extirpadas, sem o mínimo cuidado anestésico e, posteriormente, contingenciadas?
           –   aceitam fazer parte de um poder público que os tratam com indiferença?!!!   
           –  aceitam o desrespeito explicito aos preceitos constitucionais pétreo como:  a criação absurda de reservas indígenas nas fronteiras; ocupação indevida das faixas de fronteira, invasões das propriedades privadas etc. ?!!!
– parecem concordar com  o esfacelamento moral, material e operacional de seus comandados e de seus instrumentos do exercício de uma nobre missão e profissão, que é lutar pala  defesa da Pátria e garantir  da manutenção  das Leis e da Ordem?!!!
– acatam, proibições às comemorações de efemérides importantes da nacionalidade, testemunhos e registros históricos, como o 27 de novembro de 1935,  e o de 31 de março de 1964 ?!!!
´É sociedade, como um todo, responsável pelos desmandos acima. Ela com sua força, como fez em 1964 com o apoio das Forças Armadas. É que poderá salvar o País.
O  GRUPO GUARARAPES, ACREDITA QUE ELES ESTÃO VIVOS, POIS SÃO HOMENS HONRADOS E QUE AMAM A PÁTRIA. ESTÃO CONCIENTES DAS SUAS RERSPOSBILIDADES, E QUANDO A SOCIEDADE ACORDAR ELES, NOSSOS COMANDANTES, ESTARÃO COM SUAS FORÇAS  AO LADO DO POVO E A NAÇÃO SERÁ SALVA, COMO JÁ FOI SALVA EM 1964. 
                                                               
ESTAMOS VIVOS! GRUPO GUARARAPES! PERSONALIDADE JURÍDICA sob reg. Nº12 58 93. Cartório do 1º egistro de títulos e documentos, em Fortaleza.  Somos 1.797 civis – 49 da Marinha –  474 do Exército – 51 da Aeronáutica;  TOTAL  2.371   Batistapinheiro30@yahoo.com.br.WWW.FORTALWEB.COM.BR/GRUPOGUARARAPES 16-9-2011
=======================

Esta mensagem ( doc.  nº 199 – 2011) está endereçada aos Oficiais Generais Comandantes das Forças Singulares das Forças Armadas pelo Grupo Guararapes, uma instituição composta por 1797 civis, 49 Oficiais da Marinha de Guerra,  474 Oficiais do Exército Brasileiro e das Polícias Militares e 51 Oficiais da Força Aérea Brasileira.
A boa fé dos brasileiros em seus representantes levou a esta situação política que a Mensagem do Grupo explana abaixo.
 
Vamos aguardar a resposta que os Senhores Comandantes Militares darão à mensagem. Claudovino.
 

Comente esta matéria

Comente esta matéria

Deixe seu comentário