Assalto a delegado ocorreu a 30 metros de cabine da PM no Rio

Rodrigo Barros, da 25ª DP (Engenho Novo), reagiu e baleou criminosos.
Ação ocorreu em Benfica; ladrões teriam assaltado outro carro pouco antes.

O assalto ao delegado Rodrigo Barros, da 25ª DP (Engenho Novo), na manhã desta quarta-feira (20) em Benfica, Subúrbio do Rio, ocorreu a 30 metros de uma cabine da PM. Como mostrou o RJTV, quatro homens em duas motos abordaram a vítima em um sinal na Rua General Cordeiro de Farias. De dentro do carro, o delegado reagiu e disparou cinco tiros contra os suspeitos. Um deles morreu no local, dois ficaram feridos e foram levados para o Hospital Salgado Filho, no Méier, e o quarto, que é menor, foi apreendido.
Até as 12h, não havia informação sobre o estado de saúde dos baleados. Após a ação, a área foi cercada por três carros do 22º BPM (Maré) que faziam o policiamento na região. Na descida do viaduto, a poucos metros do local, também existe uma cabine da PM.
Testemunhas disseram que os criminosos haviam feito um assalto pouco antes de abordar o delegado. Os suspeitos teriam abordado duas mulheres em uma carro no Viaduto Ana Neri.
Morte de engenheiro
Na mesma semana, um engenheiro foi morto durante uma tentativa de assalto nas imediações. Marcelo Guimarães, de 46 anos, tinha acabado de deixar as filhas na escola e seguia para o trabalho pela Avenida Marechal Rondon, no Rocha, e foi morto perto de um sinal de trânsito.
Segundo a polícia, ele se envolveu em um acidente de trânsito e havia saído do carro para falar com o outro motorista. Durante a conversa, os suspeitos teriam abordado a vítima que reagiu e levou um tiro.  Moradores disseram que os dois suspeitos de bicicleta pararam em um bar momentos antes do assalto. A polícia esteve no estabelecimento na manhã de segunda-feira (18) e recolheu as imagens do circuito interno que podem ajudar a identificar os dois homens.
Aumento de 40% na violência
Segundo o Instituto de Segurança Pública (ISP),  houve aumento de 40% no número de homicídios no Grande Méier, que engloba a região do crime, no primeiro semestre de 2014 em comparação com o mesmo período do ano passado.
Outros índices de criminalidade também tiveram alta na região: o número de assaltos a pedestres aumentou 60% enquanto o roubo a veículos cresceu 19%. Segundo a polícia, o engenheiro, que trabalha em uma empresa que presta serviços para a Petrobras, seguia para o trabalho quando parou o carro por causa de um pequeno acidente de trânsito, e acabou rendido por dois homens que estavam em uma bicicleta, na Avenida Marechal Rondon.
Outros dois tiroteios assustaram cariocas desde o fim da noite desta terça (19). A Autoestrada Grajaú-Jacarepaguá chegou a ser fechada por quase cinco horas durante confronto entre PMs e criminosos do Conjunto de Favelas do Lins, também na Zona Norte. Um jovem foi ferido. Em Niterói, cinco pessoas foram baleadas durante perseguição, três criminosos e dois pedestres.
Do G1 Rio

Comente esta matéria

Comente esta matéria

Deixe seu comentário