Cidade de Deus tem tiroteio um dia após confronto com mortes e Linha Amarela é novamente interditada

Via expressa e Estrada Miguel Salazar Mendes de Moraes foram interditadas nos dois sentidos por volta das 8h.

Após um dia de confrontos com mortes, moradores da comunidade da Cidade de Deus voltaram a relatar tiroteios na manhã desta quinta-feira (1º) e a Linha Amarela foi novamente interditada. O policiamento está reforçado na região desde quarta (31), quando três suspeitos morreram em confronto com a polícia. Um deles era Rodolfo Pereira da Silva, conhecido como Rodolfinho, apontado como um dos chefes do tráfico de drogas na região.

De acordo com o Centro de Operações da Prefeitura, por causa do tiroteio, a Estrada Miguel Salazar Mendes de Moraes foi interditada nos dois sentidos por volta das 8h.

Por causa dos confronto de quarta-feira, a Linha Amarela chegou a ser interditada interditada três vezes. No fim da manhã, a via expressa ficou fechada por duas horas nos dois sentidos. Em poucos minutos, centenas de carros e ônibus acabaram encurralados nas pistas. Por volta das 14h, moradores relataram que parte do comércio na comunidade estava fechado. O Globocop flagrou homens armados circulando na comunidade.

Alguns motoristas abandonaram os carros e saíram correndo. Um reboque teve que retirar os veículos da pista após a liberação. Outras pessoas se abaixaram na pista para se protegerem e alguns carros chegaram a voltar pela contramão.

De acordo com o major Ivan Blaz, a situação começou com a prisão de um criminoso feita por policiais da Unidade de Polícia Pacificadora da comunidade.

“Dessa prisão, foi gerado um confronto armado que, posteriormente, identificamos um dos criminosos líder do tráfico da região morto na UPA [Unidade de Pronto Atendimento]. Manifestações foram feitas, a gente sabe que a comunidade da Cidade de Deus dofre nas mãos dos marginais e, por conta disso, diferentes pontos de confronto foram imp

,antados na região e a via teve que ser fechada por questões de segurança. Marginais estavam atacando motoristas que estavam passando na via”, explicou o major.

Cidade de Deus teve 41 tiroteios em janeiro

O mês de janeiro chega ao fim com números assustadores sobre a violência no Rio de Janeiro. Foram registrados quase 500 tiroteios no estado. A Cidade de Deus, na Zona Oeste do Rio, foi a área mais violenta: 41 confrontos. A estatística é do aplicativo Onde Tem Tiroteio.

Do G1

Comente esta matéria

Comente esta matéria