Ex Cabo da Polícia Militar é julgado nesta quarta em Belém

Ivair Dias de Oliveira é acusado de matar o estudante Fábio Monteiro, de 23 anos, e ter ferido o pai dele, o investigador da Policia Civil José Carlos Chagas, em abril de 2014

Será julgado nesta quarta-feira (22) no Fórum Criminal de Belém, o ex Cabo da Polícia Militar Ivair Dias de Oliveira acusado de matar o estudante Fábio Monteiro, de 23 anos, e ter ferido o pai dele, o investigador da Policia Civil José Carlos Chagas, em abril de 2014, no bairro do Parque Verde, em Belém.
Este é o primeiro julgamento do caso, julgado pelo juíz Cláudio Henrique Lopes Rendeiro. Ao todo serão ouvidas 10 testemunhas: cinco de acusação e cinco de defesa.
A primeira audiência do caso ocorreu no dia 11 de novembro de 2014 no Fórum de Icoaraci. Parentes e amigos das duas vítimas se concentraram na frente do local e protestaram com faixas e cartazes pedindo justiça. Na ocasião, a defesa do réu não quis dar a versão do cabo sobre o crime. Já a acusação pretendia mostrar que o acusado tem personalidade violenta e já teria se envolvido em outros casos de agressão, inclusive dentro do próprio condomínio.

Entenda o caso

O policial civil e investigador José Carlos Chagas e o filho dele Fábio Monteiro, estavam chegando ao condomínio Anizio Teixeira no bairro do Parque Verde, quando foram abordados pelo cabo Ivair Dias, que teria questionado o fato deles terem parado para urinar e, em seguida, efetuado os disparos.
Segundo o Sindpol, o PM Ivair Dias de Oliveira assumiu a autoria dos disparos. Fábio levou dois tiros, e Chagas foi baleado quatro vezes. O policial foi detido na madrugada do dia 1ºde maio, mas foi liberado no dia seguinte por ordem da juíza Helen Bemerguy, que alegou falta de evidências.
O cabo foi expulso da corporação e no dia 19 de maio, ele teve a prisão preventiva decretada pela Justiça, e foi preso novamente

Comente esta matéria

Comente esta matéria

Deixe seu comentário