Grupo protesta e incendeia ônibus após prisão de suspeitos em SP

Cerca de 200 pessoas protestaram na tarde desta quarta-feira contra uma ação policial que terminou com um suspeito de roubo baleado e outro preso na região da Vila Leopoldina, na zona oeste de São Paulo. Um ônibus foi incendiado pelo grupo.
Informações preliminares da Polícia Militar apontam que os dois suspeitos abordaram um PM, que estava de carona no carro de um amigo, na avenida Manuel Bandeira, por volta das 13h30. O policial teria reagido à tentativa de assalto e atirado, mas a dupla conseguiu fugir.
Momentos depois, a PM fez buscas pela região e encontrou um dos suspeitos ferido com um tiro. Ele foi socorrido e encaminhado ao Hospital Universitário. Um outro suspeito foi detido e encaminhado ao 91º DP (Ceagesp), onde o caso será registrado.
Os moradores da comunidade então protestaram por volta das 16h30, próximo ao local onde teria ocorrido a tentativa de assalto ao PM. Segundo a polícia, cerca de 200 pessoas participaram da manifestação e incendiaram um ônibus da EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos) que passava pelo local.
Segundo a polícia, não há registro de feridos em decorrência do incêndio e que o fogo já estava controlado. A CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) disse, porém, que a avenida Manuel Bandeira estava totalmente bloqueada, nos dois sentidos, na altura da marginal Pinheiros. (Folha de São Paulo).

Comente esta matéria

Comente esta matéria

Deixe seu comentário