Lei que proíbe venda de armas de brinquedo em MS é promulgada

Projeto foi aprovado na Assembleia Legislativa.
Lojas que descumprirem a lei serão multadas.

A fabricação e a venda de armas de brinquedo e réplicas de revólveres estão proibidas em Mato Grosso do Sul. A lei foi promulgada na sessão desta terça-feira (5) pelo presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, deputado Jerson Domingos (PMDB).
De acordo com a  nova lei, a proibição inclui desde brinquedos que disparam  bala, bola, espuma, luz e laser além de qualquer outro brinquedo que emita sons ou disparem substâncias que possam ser confundidas com arma de fogo. Ficaram de fora, apenas, as armas de pressão, ar comprimido, airsoft e paintball.
A multa para quem descumprir a lei varia de 5 mil a 10 mil Unidades Fiscais de Referência do estado de Mato Grosso do Sul (Uferms), que na cotação de hoje equivale a R$ 95 mil a R$ 191 mil. Todas as lojas que comercializam brinquedos devem informar os clientes que o estabelecimento não comercializa armas de brinquedo.
Do G1 MS

Comente esta matéria

Comente esta matéria

Deixe seu comentário