Militar preso suspeito de extorsão pode ser expulso da polícia no Piauí

Servidores da Fazenda e PM foram presos por suspeita de extorsão.
A suposta extorsão aconteceu na rodovia que liga Sussuapara à Picos.

Dinehiro encontrado com agentes fazendários pela polícia rodoviára federal no PI (Foto: Polícia Rodoviária Federal)Dinheiro encontrado com agentes fazendários
(Foto: Polícia Rodoviária Federal)
“Eles faziam uma operação volante quando o suposto crime de extorsão teria acontecido. Segundo o que relatou os policiais rodoviários federais que realizaram a prisão, a suposta extorsão aconteceu na rodovia estadual que liga a cidade de Sussuapara à Picos. Segundo as vítimas, os agentes fazendários exigiram o pagamento de R$ 2 mil para não expedirem multas fazendárias e o militar acompanhava os servidores, por isso foi preso em flagrante”, comentou o corregedor.

Ainda segundo Ricardo Lima, o policial que não teve o nome revelado, foi encaminhado para a Central de Flagrante e depois foi levado para o quartel da polícia militar onde aguarda o procedimento da cooperação.

Entenda o caso
Três agentes fazendários da Secretária Estadual de Fazenda do Piauí e um policial militar foram presos nesse domingo (24) em Picos, na região Sul do Piauí pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) após denúncia de extorsão. Segundo a PRF, caminhoneiros relataram que estavam sendo extorquidos pelos servidores.
“As vítimas relatam ainda que pagaram R$ 1,5 mil em espécie e R$ 500 em cheque que teria sido recebidos como troco após abastecimento no Posto Gaturiano, em Dom Expedito Lopes. Diante dos fatos, a PRF fez diligências e localizou com os acusados. Com eles foram encontrados, o cheque de R$ 500, R$ 4,8 mil e um revólver com cinco munições”, contou o inspetor.

Ainda de acordo com o policial, um único agente estava com R$ 3,6 mil. Os servidores foram encaminhados para a Delegacia de Polícia em Picos para prestar esclarecimentos.
A Secretaria Estadual de Fazenda enviou uma nota informando que será instauradoum processo Administrativo Disciplinar para que todos os fatos sejam devidamente apurados.
Do G1 PI

Comente esta matéria

Comente esta matéria

Deixe seu comentário