Pai de adolescente torturado na Rocinha esfaqueia jovem e é preso

RIO – O pai de um dos dois adolescentes que foram torturados nesta quinta-feira na Rocinha foi preso nesta sexta-feira após atacar outro jovem na comunidade. Ele esfaqueou o pescoço da vítima, que tem 19 anos, na porta da casa dela, na localidade conhecida como Valão. Após a agressão, ele correu pela Via Ápia, um dos acessos à favela, e foi seguido por moradores, que tentaram linchá-lo. Ele se entregou a policiais militares que estavam no local e foi preso em flagrante por tentativa de homicídio.
O jovem esfaqueado foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Rocinha, que voltou a funcionar na quinta-feira, e depois transferido para o Hospital municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca. O agressor contou que seu filho estava circulando nesta quinta pela comunidade com um boné em que havia a inscrição “Jesus é o dono do lugar”. Esse seria um dos lemas do traficante Rogério 157, pivô da guerra do tráfico na comunidade. O jovem foi capturado por traficantes ligados ao antigo chefe do tráfico da Rocinha, o Nem. Ele foi amarrado a um poste e torturado, mas foi resgatado por fuzileiros navais. Ele fez nesta sexta-feira exame de corpo de delito no Instituto Médico-Legal.
Bastante exaltado, o homem foi levado à 11ª DP (Rocinha) e disse que fez isto para vingar o que fizeram com seu filho na noite de quinta-feira.

Nervosa e chorando muito, a mãe do rapaz esfaqueado acusou o agressor de mentir quando chegou à sua casa e disse que tinha uma oferta de emprego para seu filho:
– É um safado, assassino. Foi até minha casa dizendo que era um emprego para o meu filho. E eu ainda fui e acordei ele para levar essas facadas, meu Deus! – disse a mulher amparada por dezenas de moradores.
A mulher contou ainda que o filho responde à Justiça em liberdade e “cumpre suas obrigações no Fórum”.
Fonte: Extra

Comente esta matéria

Comente esta matéria

Deixe seu comentário