PC e PM trocam voz de prisão e os dois vão para delegacia

Policiais civil e militar trocam voz de prisão e os dois vão para delegacia.
Confusão aconteceu durante uma ação da Polícia Civil, em Porto Velho.
Guarnição militar não soube como proceder no caso e recorreu ao Ciop.
Um policial civil e um militar foram presos nesta sexta-feira (24), em Porto Velho, após um dar voz de prisão ao outro. O caso aconteceu próximo ao Mercado Central, no cruzamento da Rua Brasília com Avenida Sete de Setembro, região central da capital.
No depoimento, o policial civil alegou que estava em serviço acompanhando um suposto ‘racha’ entre dois automóveis, quando os motoristas pararam no estacionamento do Mercado Central. O policial, então, fez a abordagem a um dos envolvidos e o outro fugiu. Para tentar evitar a fuga, o policial afirma que efetuou dois disparos contra o veículo.
O policial militar conta que ao sair do mercado viu a confusão, mas que continuou caminhando em direção ao veículo. De acordo com o depoimento, o militar foi impedido de sair porque o carro do policial civil – uma viatura oficial – estava parado atrás. Neste momento iniciou a confusão, pois os dois se apresentaram como policiais.
Com a confusão, o policial militar afirma que ficou irritado porque o civil não mostrou a identificação e começou a ofendê-lo, foi quando recebeu voz de prisão por desacato a autoridade. Ao mesmo tempo, o policial militar deu voz de prisão ao civil por disparo de arma de fogo.
Uma guarnição da Polícia Militar (PM) foi ao local, mas não soube como proceder para a solução do caso, sendo necessário recorrer ao Centro Integrado de Operação Policial (Ciop) que decidiu encaminhar os envolvidos para a Central de Flagrantes.
Na delegacia, após serem ouvidos, os dois foram liberados e devem responder processo administrativo na Corregedoria Geral de Polícia.
O motorista abordado pelo policial civil foi levado à Central de Flagrantes, o outro conseguiu fugir. (G1).

Comente esta matéria

Comente esta matéria

Deixe seu comentário