PM acusado de matar jovem e deixar outro paraplégico é preso na Região Metropolitana

Geraldo César Marques da Silva Azevedo foi preso em serviço

Acusado de matar um jovem e ferir um adolescente de 17 anos, no bairro de Piatã, no último dia 27 de maio, o soldado da Polícia Militar Geraldo César Marques da Silva Azevedo, de 44 anos, teve a prisão temporária cumprida por equipes do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e da Corregedoria da PM.
Lotado na 81ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), de Itinga, em Lauro de Freitas, Região Metropolitana de Salvador (RMS), Geraldo foi preso quando estava em serviço, na última terça-feira (19). O soldado teria praticado o crime por suspeitar que as vítimas tivessem assaltado sua companheira.
Baleado no tórax e nas costas, Átila Freitas de Jesus Santos foi socorrido ao Hospital Geral do Estado (HGE), mas não resistiu. Já o adolescente foi atingido no abdômen, tórax e braço direito e ficou paraplégico.
Uma pistola ponto 40, que pertence a Polícia Militar da Bahia, um revólver calibre 38 e a bermuda que o soldado usava no dia do crime foram apreendidos e encaminhados à perícia do Departamento de Polícia Técnica (DPT).
Geraldo está no Complexo Penitenciário da Mata Escura e segue à disposição da Justiça.
Fonte: R7

Comente esta matéria

Comente esta matéria

Deixe seu comentário