PM-AM investiga vídeo em que jovens são obrigados a trocar socos e beijos

Imagens teriam sido feitas em alojamento; envolvimento de PMs é apurado.
Caso seja confirmada ação de PMs, eles serão afastados, afirma corporação.

O Comando Geral da Polícia Militar do Amazonas  e a Secretaria de Segurança Pública (SSP) investigam um vídeo que mostra dois jovens sendo obrigados a fazer exercícios físicos, trocar socos e beijos. As imagens foram divulgadas na internet e supostamente teriam sido feitas em um alojamento militar na capital, envolvendo policiais da 3ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom).

O vídeo, que circula nas redes sociais, começa com dois jovens sendo obrigados a fazer flexões. Nas imagens um dos supostos policiais aparece com um pedaço de madeira. Os jovens são chamados de “índio”, “africano”, “jiujiteiro” e “moleque”.
Na sequência das imagens, após a série de flexões, eles são obrigados a trocar socos. Os homens falam que, se caso a dupla não se agredisse, eles seriam obrigados a trocar beijos. Mesmo depois da agressão eles são obrigados a se beijar “para selar as pazes”, segundo o áudio de um dos supostos PMs. No fim da filmagem eles são obrigados ainda a dizer que “não vão mais roubar”.
De acordo com informações da assessoria de imprensa da PM, a direção da 3ª Cicom já foi acionada e, além da análise do vídeo, está sendo realizado um levantamento para tentar identificar se pessoas com as características dos jovens que aparecem nas imagens foram apreendidos ou detidos nas últimas semanas. A investigação tenta ainda identificar se as vozes na gravação pertencem a algum policial lotado na unidade.
Uma sindicância já foi aberta para apurar o caso. Caso seja confirmado que os envolvidos são policiais militares, deverá ser instaurado um inquérito policial e os suspeitos serão afastados das atividades na corporação durante a investigação.
Do G1 AM

Comente esta matéria

Comente esta matéria

Deixe seu comentário