Polícia Civil abre inquérito para investigar flagrante de PM agredindo adolescente em SC

Vídeo mostra policial batendo na vítima com pedaço de pau em Balneário Rincão. Comandante da PM do município reprova conduta.

A Polícia Civil abriu inquérito para investigar se houve abuso de autoridade durante uma abordagem da Polícia Militar a um adolescenteem Balneário Rincão, no Sul do estado. Um vídeo mostra o policial batendo na vítima com um pedaço de pau. O comandante da PM de Balneário Rincão reprovou a conduta, como mostrou o RBS Notícias desta quinta-feira (10).
O vídeo foi gravado no último sábado (5). O adolescente que aparece nas imagens tem 14 anos e contou à RBS TV que foi abordado na rua e apanhou sem motivo. Ele não quis gravar entrevista. Na filmagem, feita por um morador do bairro Mirassol, o adolescente aparece com as mãos em um muro enquanto é golpeado seis vezes nas costas pelo policial.
Mesmo sem boletim de ocorrência, a Polícia Civil em Içara, cidade vizinha a Balneário Rincão, começou a investigar o caso. “Se trata de um crime de ação penal pública condicionada, que o delegado de polícia tem o dever legal de instaurar o inquérito policial para apurar os fatos”, afirmou o delegado Rafael Iasco.
Na quarta (9), a Corregedoria da PM também informou que abriu inquérito para identificar os policiais em 30 dias. “Esse tipo de procedimento não é, de maneira nenhuma, determinado pela nossa instituição. Nós zelamos pelo nome da Polícia Militar. Existem protocolos de ação que devem ser cumpridos e os nossos policiais estão orientados para tal”, afirmou o comandante de Balneário Rincão, tenente-coronel Darci Rodrigues.
O delegado que investiga o flagrante disse que a conduta não demonstra uma abordagem padrão. “Realmente, sempre tem que ter uma abordagem de uma forma forte, significativa. Mas nunca empregar violência sem motivo algum. O policial militar pode empregar a força física para tentar se defender, para conter uma ação. Neste caso, pelo menos a priori, não dá para caracterizar esse tipo de situação”, disse Rafael Iasco.
Denúncias em Balneário Rincão
O número de denúncias de abusos cometidos por policiais militares no Balneário Rincão tem aumentado nos últimos dois anos , segundo o delegado de Içara. Por mês, são registradas pelo menos quatro denúncias desse tipo na delegacia.
O vigilante Luiz Volnei Sebastião é pai de uma suposta vítima e fez denúncia até para o Ministério Público de Santa Catarina há mais de um ano. “E até hoje nunca fui chamado”, resumiu.
O MPSC informou que encaminhou a denúncia para a Polícia Civil em dezembro do ano passado. Oito meses depois, a investigação ainda não foi concluída.
Isso aumenta o medo das famílias. Uma mulher que não quis se identificar relatou uma ameaça que sofreu: “o policial falou para a gente que se a gente registrasse boletim de ocorrência não ia mudar em nada, ia piorar”.
Fonte: G1

Comente esta matéria

Comente esta matéria

Deixe seu comentário