Polícia prende homem suspeito de atear fogo em ônibus no norte de MT

Segundo a PM, homem teria confessado participação no crime em Sinop.
Outras pessoas foram detidas mas não teriam envolvimento com o incêndio.

Um homem de 26 anos foi preso na tarde desta quarta-feira (6) por suspeita de ter participado do atentado em que seis ônibus foram incendiados em um terminal de transporte em Sinop, a 503 km de Cuiabá. Segundo a Polícia Militar, o suspeito confessou o crime. Outras três pessoas foram detidas mas não foi verificada a participação delas no incêndio criminoso.
Os quatro suspeitos foram encontrados em uma residência no Bairro Boa Esperança, em Sinop, após investigações da polícia que indicavam que o homem de 26 anos estivava no local. Imagens do circuito interno de um posto de combustíveis mostraram o suspeito comprando combustível e armazenando em um galão. Na residência, os policiais encontraram explosivos, três quilos de maconha, quatro quilos de pasta base de cocaína, duas armas de fogo, uma balança, uma quantia em dinheiro e uma motocicleta furtada.
“Ele [suspeito] fez a aquisição de combustível em um posto de gasolina da nossa cidade e depois, acompanhado de um menor, colocou fogo, por meio de duas garrafas com combustível, em um dos ônibus”, disse o coronel Celso Barbosa, da Polícia Militar. Segundo ele, depois que o primeiro ônibus pegou fogo e explodiu, as chamas atingiram os demais veículos.
Duas mulheres e outro homem que estavam no mesmo local onde o suspeito foi encontrado também foram presos em flagrante por suspeita de tráfico, furto e porte ilegal de armas. O homem de 26 anos também será indiciado no inquérito que investiga o incêndio dos ônibus.
Ônibus incendiados
A suspeita da Polícia Civil é de que os veículos foram queimados, no último domingo (3), a mando de detentos que cumpriam pena na Penitenciária Osvaldo Florentino Leite, o presídio “Ferrugem”. O atentado teria sido motivado por mudanças na rotina de visitas da unidade penitenciária, de onde foram transferidos oito reeducandos investigados.
De acordo com os delegados Carlos Eduardo Muniz dos Santos e Sérgio Ribeiro Araújo, enquanto a Polícia Civil apura a identidade do mandante dentro do presídio, os executores do ataque do lado de fora também estão sendo identificados. Na terça-feira (5), os detentos do presídio Ferrugem suspeitos de envolvimento na ordem do ataque foram transferidos para a Penitenciária Central do Estado (PCE), de maneira provisória, até que sejam levados a um presídio federal.
Fogo destruiu rapidamente os veículos em terminal de ônibus de Sinop. (Foto: Reprodução/ TVCA)Fogo destruiu rapidamente os veículos em terminal de ônibus de Sinop. (Foto: Reprodução/ TVCA)Do G1 MT

Comente esta matéria

Comente esta matéria

Deixe seu comentário