Policial civil que manteve mãe como refém é preso e levado para clínica psiquiátrica, em Goiânia

Policial civil estava afastado de suas funções para cuidar da saúde. No início da noite desta segunda-feira, ele teve uma crise emocional e manteve sua própria mãe como refém dentro de casa.
Foi preso o policial civil que manteve a mãe como refém durante uma crise emocional na noite desta segunda-feira (28). O caso aconteceu na Rua C-139, no Setor Nova Suíça, em Goiânia.
Segundo informações da Polícia Civil, o policial civil estava afastado de suas funções para cuidar da saúde. No início da noite desta segunda-feira, ele teve uma crise emocional e manteve sua própria mãe como refém dentro de casa. Equipes da Polícia Militar e da Polícia Civil foram acionadas para negociar com o agente.
Após duas horas de negociações com a polícia, o homem não quis libertar a mãe e tentou fugir. Ele pegou o carro da família, tentou sair com a mãe, mas foi contido pela polícia.
Assim que ele saiu da garagem de casa com o carro, os policiais efetuaram alguns disparos para atingir os pneus do veículo. Duas viaturas que estavam próximas ao local, interceptaram o veículo colidindo em sua lateral e fechando a passagem. Em seguida o policial recebeu voz de prisão.
De acordo com a corporação, ele foi levado para uma clínica psiquiátrica.
Durante a ação, ninguém ficou ferido.
Fonte: MAISGOIÁS

Comente esta matéria

Comente esta matéria

Deixe seu comentário