Policial militar atropelado por médico é enterrado no interior do estado

João Eudes Barros Carneiro, 47 anos, morreu em acidente nesse domingo.
A moto em que estava foi atingida pelo carro do médico Marcos André.

Policial João Eudes foi sepultado em São Raimundo das Mangabeiras, sua terra natal (Foto: Reprodução/TV Mirante)João Eudes foi sepultado em São Raimundo das
Mangabeiras (Foto: Reprodução/TV Mirante)
O sargento da Polícia Militar João Eudes Barros Carneiro, de 47 anos, foi enterrado na tarde desta segunda-feira (18), no município de São Raimundo das Mangabeiras (a 700 km da capital), sul do estado. Ele morreu em um acidente nesse fim de semana, após a moto em que estava ser atingida pelo carro conduzido pelo médico Marcos André Carneiro Salomão, de 24 anos, na Avenida dos Holandeses, em São Luís.

Policiais militares prestaram homenagens ao sargento que serviu à corporação durante 27 anos. Na casa da família, muita dor e comoção marcaram o velório do sargento
O suspeito de atropelar e matar o policial militar foi encaminhado nesta manhã para o Centro de Triagem do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís, onde permanece detido, à disposição da Justiça. Ele foi autuado em flagrante por homicídio doloso (quando se assume o risco de matar) no Plantão Central de Polícia da Beira Mar, na capital maranhense, e levado para o presídio em seguida.
Quando bateu na motocicleta em que estava o sargento da PM, o médico Marco André Salomão estava na contramão. Agentes da Secretaria Municipal de Trânsito disseram que minutos antes do acidente Marco andré foi flagrado subindo num canteiro da Avenida dos Holandeses.

No ano passado, Marco André foi autuado por dirigir embriagado no município de Raposa. Na época, ele pagou multa de R$ 1.915 e ainda responde ao processo para ter carteira de habilitação suspensa.
Do G1 MA

Comente esta matéria

Comente esta matéria

Deixe seu comentário