Roseana ignora segurança pública e aposta na segurança privada

Discurso do deputado Marcelo Tavares revelou que os gastos com segurança pública foram equivalentes em 2012 aos pagos em segurança privada, somente na secretaria de educação.
Parece absurdo, mas não é.
Segundo o deputado, o governo gastou efetivamente no ano passado, com custeio e investimento, R$ 2,4 bilhões, dos quais apenas R$ 84 milhões foram com segurança pública, cerca de 3,5% do bolo. Ao mesmo tempo que dos R$ 170 milhões gastos com a Educação, quase R$ 80 milhões foram com segurança privada.
É uma criminosa inversão de valores cujo o resultado é a alta taxa de violência registrada no estado, o governo Roseana ainda compromete as sobreviventes gerações futuras ao destinar praticamente 50% do orçamento da Educação para as empresas de segurança privada.
Daí compreender a reação dos estudantes em Açailândia e da própria Roseana, que sem ter o que dizer, culpou os professores pelos baixos índices da Educação.
Como também não é necessário nenhuma operação especial para descobrir porque a Secretaria de Segurança não funciona e a criminalidade só aumenta colocando em risco toda a população, com exceção da própria família da governadora, que tem 200 militares lotados no gabinete militar do Palácio dos Leões.
A clínica La Ravardière teria que abrir suas portas em paródia idêntica protagonizada por Simão Bacamarte, personagem-médico de Machado de Assis, em O Alienista, que na sua medicina da loucura descobriu que a maioria dos loucos estava fora dos hospícios.
Bastaria descobrir que Roseana gastou R$ 16 milhões com a Polícia Militar, quase quatro vezes menos dos R$ 60 milhões gastos com propaganda.
Simão Bacamarte teria um troço!
Mas como diria o poeta Ferreira Gullar, loucos são todos em suma; uns por pouca coisa, outros por coisa alguma…
O que disse Marcel Tavares
“É falta de prioridade, é falta de governo e de sensibilidade de fato com a questão na segurança” 
“Nós queremos ajudar até este secretário (Aluísio Mendes) a ter do lado dele a sociedade para cobrar dessa Governadora insensível, que as pessoas no Maranhão estão morrendo, sendo assassinadas, sendo assaltadas, com latrocínio, roubo de carro e de tudo quanto é espécie…”
“Eu queria só que o Secretário me explicasse, como a governadora dele gasta R$ 80 milhões na Secretaria de Educação com segurança privada, enquanto a Segurança Pública do Maranhão gasta R$ 84 milhões”.
Portal Vermelho

Comente esta matéria

Comente esta matéria

Deixe seu comentário