Sobrevivente de execução no Sumaré diz que ouviu seis tiros dados por PMs

O adolescente que sobreviveu a dois tiros, no Morro do Sumaré, Zona Norte do Rio, prestou depoimento em audiência de instrução e julgamento, na 3ª Vara Criminal da capital. Os réus do processo, os policiais militares Vinícius Lima Ferreira e Fábio Magalhães Ferreira, são acusados de tentativa de homicídio contra o jovem, além do crime de homicídio pela morte de Matheus de Souza, de 14 anos, e ocultação de cadáver.
Durante a audiência, a vítima contou que estava na Avenida Presidente Vargas, por volta das 10h do dia 11 de junho, quando foi abordada pelos policiais. O menor afirma que foi algemado e colocado na viatura, onde já estava Matheus de Souza. Os PMs também teriam apreendido um terceiro rapaz que passava pelo local. Segundo a vítima, os PMs seguiram para um lugar deserto e com denso matagal.
Recontituição DH

Recontituição DH Foto: Luiz Ackermann / Agência O Globo

O menor foi baleado duas vezes – no joelho e nas costas – e diz ter se fingido de morto. Em seguida, ele disse ter ouvido seis tiros que teriam sido disparados em direção à Matheus Souza. O juiz Murilo Kieling marcou a continuação da audiência para às 13h do dia 17 de setembro.

Fonte: Extra

Comente esta matéria

Comente esta matéria

Deixe seu comentário