Soldado da PM morre após colisão entre moto e picape em Novo Airão, no AM

Motorista do carro foi detido após a colisão e levado para 77ª Delegacia Interativa. ‘Servia na tropa de elite da PM’, diz tenente sobre policial morto.

O soldado da Polícia Militar do Amazonas (PM-AM), Daniel Rodrigues Guimarães Filho, de 32 anos, morreu em uma colisão entre motocicleta que pilotava e uma picape, na noite sábado (12). O acidente de trânsito ocorreu no Centro de Novo Airão, município a 180 km de distância de Manaus. O militar foi socorrido e sofreu morte cerebral ao chegar ao hospital da cidade. O motorista da picape foi detido após a colisão.
Por volta das 20h43, o soldado Daniel Filho trafegava sozinho em uma moto pela avenida Ajuricaba, no Centro de Novo Airão.
De acordo com familiares, quando o soldado passava trecho em frente a um residencial houve a colisão frontal com uma picape modelo Fiat Toro, branca. Com o impacto entre os veículos, o policial militar foi lançado sobre a picape e ficou gravemente ferido.
O PM foi socorrido e levado para a Unidade Hospitalar de Novo Airão, onde os médicos atestaram morte cerebral do soldado Daniel Filho. “Os médicos tentaram estabilizá-lo e fazer a transferência para o Hospital João Lúcio, em Manaus. Porém, ele deu entrada com morte cerebral”, informou o tenente Ladislau Neto, comandante da PM em Novo Airão e amigo da vítima.
O motorista da picape foi detido após a colisão e levado para 77ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Novo Airão. As circunstâncias do acidente de trânsito serão investigadas pela Polícia Civil.
Segundo a família, Daniel Filho serviu durante seis anos na Força Área Brasileira (FAB) e ingressou na Polícia Militar do Amazonas em 2008. Entre os anos de 2011 e 2014, o soldado integrava o Comando de Operações Especiais (COE) e depois passou ser lotado na PM em Novo Airão onde estava até o momento.
“Era um militar operacional e com qualidade para dar instruções. Um dos policiais mais habilitados que tínhamos no COE, de alto nível na parte operacional”, afirmou o cabo Emiliano, do COE.
O atual comandante e colega de trabalho de Daniel Filho elogiou o soldado e atuação do militar em prol da segurança pública. “A caveirada está de luto. Sempre foi um soldado exemplar, operacional e humilde. Não é à toa que servia na tropa de elite da PM”, disse o tenente Ladislau Neto.
O corpo do soldado será velado a partir das 14h deste domingo (13), na funerária São Francisco, localizada na avenida Carvalho Leal, bairro Cachoeirinha, Zona Sul de Manaus. O sepultamento está previsto para ocorrer às 9h desta segunda-feira (14), no Cemitério Parque Tarumã.
Fonte: G1

Comente esta matéria

Comente esta matéria

Deixe seu comentário