SP: cerca de 30 mil presos passarão fim de ano em liberdade

Cerca de 30 mil presos no regime semiaberto devem ser beneficiados com a saída temporária de fim de ano para que possam passar Natal e Ano Novo em liberdade em São Paulo.
Os números foram apurados pelo UOL a partir de informações de diretores e funcionários da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP). Oficialmente, a SAP, por medida de segurança, não confirma os dados.
Entre os presos beneficiados com a “saidinha”, estão presos “famosos”, como Suzana von Richtofen, condenada por matar os próprios pais e Anna Carolina Jatobá, que cumpre sentença pelo assassinato de sua enteada Isabella Nardoni.
Eles devem deixar as prisões entre os dias 20 e 22 de dezembro e retornar entre 3 e 5 de janeiro. Quando um preso não retorna na data prevista, é automaticamente considerado foragido e, quando recapturado, volta ao regime fechado.
Os presos serão monitorados pelas forças de segurança do Estado sem auxílio de tornozeleiras eletrônicas – a primeira vez desde 2010 que os aparelhos não são utilizados.
O governo cancelou um contrato com a empresa que fornecia as tornozeleiras em agosto e a questão ainda não foi decidida pela Justiça.
Fonte: YAHOO noiticias

Comente esta matéria

Comente esta matéria

Deixe seu comentário