Suspeito de matar policial militar reformado é preso em Piraí, RJ

Manuel Leal da Cunha, de 53 anos, foi assassinado no sítio em que morava, em Vargem Alegre, distrito de Barra do Piraí. Ele é o 127° policial militar assassinado esse ano no estado.

Um jovem, suspeito de assassinar um sargento reformado da polícia militar, foi preso na madrugada desta quinta-feira (14) em Piraí, no Sul do Rio de Janeiro. Segundo a Polícia Militar (PM), o rapaz, de 20 anos, foi encontrado escondido no Morro do Sossego ainda com a arma do crime. De acordo com a PM, agentes chegaram até o local após denúncias anônimas.
A PM informou ainda que a motivação do crime seria passional. O suspeito foi levado para a 94ª Delegacia de Polícia (Piraí), onde prestou depoimento.
O policial militar aposentado Manuel Leal da Cunha, de 53 anos, foi morto a tiros na noite de quarta-feira (13) no sítio em que morava, em Vargem Alegre, distrito de Barra do Piraí. O PM é o 127° policial militar assassinado esse ano no estado. O policial já foi lotado no 28°BPM (Volta Redonda).
O militar foi morto com dois tiros e o suspeito ainda ateou fogo no carro dele antes de fugir. Os bombeiros foram acionados para controlar o incêndio no veículo e acabaram encontrando o corpo do PM no quintal da casa.
O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal de Barra do Piraí, mas antes disso a Polícia Civil fez uma perícia no local. O caso está sendo investigado pela delegacia 10ª Delegacia de Polícia (Barra do Piraí).

Terceiro policial militar morto na região

No dia 11 de fevereiro, o policial militar Germerson Augusto Chaves da Silva, de 27 anos, foi morto a tiros em Volta Redonda. De acordo com a PM, ele foi encontrado ainda com vida dentro de um carro na Rua Antônio de Almeida, no bairro Retiro, próximo a um ponto de táxi. Germerson chegou a ser socorrido e levado para o Hospital São João Batista, mas não resistiu aos ferimentos.
O PM trabalhava na UPP do Vidigal, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Ele estava em uma festa e discutiu com alguém antes de ser baleado.
No dia 12 de novembro, o cabo Eleonardo Silva, baleado durante uma tentativa de assalto a um posto de gasolina no bairro Vila Delgado, em Barra Mansa.
Segundo a PM, o policial teria sido abordado por quatro homens armados e, ao reagir, foi atingido por dois tiros: um na cabeça e um na perna. Ele chegou a ser socorrido e levado para a Santa Casa de Barra Mansa, mas não resistiu aos ferimentos.
A PM informou ainda que os criminosos fugiram em um carro roubado para a cidade de Volta Redonda e levaram a arma do policial. Dois dias depois, a PM prendeu naquela cidade dois suspeitos de matar o policial.
Fonte: G1

Comente esta matéria

Comente esta matéria

Deixe seu comentário