TCel investigado no RS deixa hospital em Porto Alegre

O Tenente-coronel da Brigada Militar Florivaldo Pereira, preso no início da semana em Porto Alegre por receptação de armas, recebeu alta na manhã desta sexta-feira (24) do Hospital Militar, na capital. A Justiça Militar homologou o flagrante, mas concedeu liberdade provisória ao oficial na terça-feira (21). Ainda debilitado, ele, que havia convocado uma entrevista coletiva, não falou ao deixar o hospital.
No gabinete dele a polícia encontrou armas e munições na segunda-feira (20). Segundo a Brigada Militar, Florivaldo prestou depoimento no Comando de Policiamento da Capital (CPC), onde teria afirmado que as armas haviam sido buscadas em Novo Hamburgo, na casa de uma viúva de um colecionador. Todas estavam registradas, mas metade delas tinha o registro vencido. Foram encontrados termos de doação no nome do colecionador e em nomes de terceiros. A viúva do colecionador confirmou a versão à Corregedoria.

Segundo os advogados do tenente-coronel, a guia de trânsito de armas não é exigida para policiais militares e ele é alvo de perseguição política. Florivaldo Pereira Damasceno já foi réu em outros dois processos na Justiça Militar. Ele foi absolvido em um deles e condenado a um ano de prisão em outro, por falsidade ideológica, mas recorre da decisão em Brasília.
Foram apreendidas no gabinete do comandante no 20º Batalhão de Polícia Militar, na capital, seis armas longas, uma pistola, dois revólveres, 12 carregadores de pistola, e mais de 4 mil cartuchos de munição. (G1).

Comente esta matéria

Comente esta matéria

Deixe seu comentário