Tentativa de assalto a carros-fortes deixa mortos e feridos na BR-376, em Palmeira

Rodovia foi bloqueada na manhã desta terça-feira (6); vereadores que passavam pela região foram baleados.

Pelo menos duas pessoas morreram e outras quatro ficaram feridas em uma tentativa de assalto a cinco carros-fortes da Proforte na BR-376, no sentido interior do Paraná, na Ponte do Rio Tibagi, próximo à Colônia Witmarsum, em Palmeira, nos Campos Gerais.

O crime ocorreu nesta terça-feira (6), e as informações são da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Até a última atualização desta reportagem, de acordo com a PRF, dois suspeitos do assalto tinham sido presos e dois conseguiram fugir. Os ladrões não conseguiram roubar nada.

  • Tentativa de assalto ocorreu pela manhã
  • Houve troca de tiros entre criminosos e vigilantes dos carros-fortes
  • Dois suspeitos foram presos
  • Duas pessoas que passavam pelo local morreram: um caminhoneiro e um vereador de Barra do Jacaré
  • Quatro pessoas ficaram feridas, sendo dois suspeitos
  • PRF acredita que, pelo menos, 10 pessoas estão envolvidas e que seis veículos foram utilizados na ação

A rodovia chegou a ficar totalmente bloqueada nos dois sentidos, formando um congestionamento de 20 quilômetros no sentido interior, segundo a concessionária. A rodovia foi totalmente liberada às 17h.

Como tudo ocorreu

A ação começou por volta das 8h50, na pista sentido interior, quando os assaltantes atravessaram um caminhão bitrem na rodovia.

Durante a tentativa de roubo, houve uma intensa troca de tiros entre os integrantes da quadrilha e os vigilantes do comboio.

Um dos criminosos foi preso com uma pistola calibre 9 milímetros, conforme a PRF.

Confira, abaixo, como foi a tentativa de assalto, segundo a PRF.

“Eu estava vindo normal, carregado e numa velocidade normal. Quando cheguei perto da curva, vi que estavam espalhados pregos, que não estava normal. Até aí, não tinha me dado conta que tinha um carro atravessado”, conta o caminhoneiro, que não quis ser identificado.

“Estavam dois ali, armados. Parei e me mandaram atravessar o caminhão e começaram a dar tiros. Atravessei, mas não dava para ir mais porque já tiram furado os pneus, atingido o motor. Foi muito rápido”, acrescenta o motorista.

Um vídeo que circula pelas redes sociais mostra o desespero de dois homens que passavam pelo local no momento da tentativa de assalto. Um dos carros utilizados pelos criminosos era blindado e adaptado para o crime.

Durante a tentativa de roubo, houve troca de tiros entre os integrantes da quadrilha e os vigilantes dos carros-fortes (Foto: Divulgação/PRF)
Durante a tentativa de roubo, houve troca de tiros entre os integrantes da quadrilha e os vigilantes dos carros-fortes (Foto: Divulgação/PRF)

Mortos e feridos

Conforme a polícia, um vereador de Barra do Jacaré, no norte do Paraná, morreu baleado; outro parlamentar da mesma cidade também foi atingido e está em estado grave.

Ambos passavam pela região em um carro com um terceiro vereador, que não se feriu.

A Câmara Municipal de Barra do Jacaré informou que os parlamentares Edival do Nascimento (PR), de 51 anos, Elton Alexandre de Aguiar Matta (PV), de 37 anos, e Miguel Calixto (PSD), de 53 anos, estavam no carro.

Elton morreu, Miguel ficou ferido e Edival foi o único que não foi atingido. Miguel foi encaminhado para o Hospital Bom Jesus, em Ponta Grossa, também nos Campos Gerais.

Ainda conforme a Câmara, eles estavam indo para Curitiba para visitas à Casa Civil do Estado do Paraná, à Superintendência de Desenvolvimento Educacional e à Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado do Paraná.

A segunda vítima que morreu é um caminhoneiro. Ele foi encontrado morto dentro do caminhão no fim desta manhã.

A Polícia Militar (PM) informou que um suspeito de participação no crime morreu em confronto com policiais.

Outro motorista de caminhão também foi baleado e está em estado grave, segundo informações da PRF. Dois vigilantes da Proforte sofreram ferimentos leves e foram encaminhados ao Hospital do Rocio, em Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba.

De acordo com o Sindicato das Classes Policiais Civis do Estado do Paraná (Sinclapol), o Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (Graer) acompanha a situação.

A concessionária que administra o trecho, a CCR RodoNorte, informou que equipes da empresa permaneceram na praça de pedágio, no quilômetro 539, orientando os motoristas a não irem em frente devido à gravidade da situação.

Uma ambulância da empresa foi colocada à disposição.

Em nota, a Proforte explicou que os funcionários fizeram “uma manobra de segurança com os carros-fortes e conseguiram neutralizar um dos flancos do ataque do bando”. Conforme a empresa, eles não se feriram.

A Proforte também agradeceu às forças de segurança e prestou solidariedade aos familiares e amigos das vítimas.

Fonte: G1

Comente esta matéria

Comente esta matéria