Tráfico tem desfalque milionário na região de Bauru

Polícia Federal intercepta aeronave que trazia entorpecentes, prende uma pessoa e apreende R$ 1,5 mi
Na manhã de ontem em uma pista de pouso agrícola de Igaraçu do Tietê, a Polícia Federal apreendeu cerca de R$ 1,5 milhões, um avião monomotor e uma arma de uso restrito que fariam parte de uma transação milionária do tráfico de entorpecentes. 
Uma pessoa foi presa e os agentes federais continuam as buscas pelos demais envolvidos. A operação foi coordenada pela Polícia Federal de Araraquara e contou com o apoio de Bauru e região. Investigações preliminares da polícia revelam que o avião estaria trazendo cerca de 400 Kg de cocaína do Paraguai, que seriam pagos com o dinheiro apreendido.  
A Polícia Federal de Araraquara já investiga o esquema criminoso há alguma semanas. Na manhã de ontem, viaturas dos agentes federais, que monitoravam a ação dos criminosos, entraram na rota que seria usada por eles para decolar.  
Sem saída, os traficantes pararam a aeronave no meio de um canavial e passaram a trocar tiros com os agentes. 
Uma viatura da Polícia Federal foi atiginda por diversos disparos, mas ninguém se feriu. 
Um dos envolvidos foi preso durante a perseguição, com uma arma de 9 mm. Ele portava documentos falsos, de acordo com a Polícia Federal. 
O resto do grupo fugiu levando aproximadamente 400 Kg de cocaína. O dinheiro foi deixado em malas durante a fuga. A polícia acredita que o avião tenha vindo do Paraguai pelas notas de abastecimento e serviços encontradas dentro da aeronave. De acordo com informações da Anac, há a possibilidade de ela ser clonada. 
 Um exame pericial irá confirmar a hipótese. 
Por toda a tarde, o helicóptero Águia da Polícia Militar realizou buscas pelas imediações do local. A Polícia Federal de Bauru também passou a tarde empenhada na ação, mas os suspeitos não foram localizados. 
Além de contar com a participação de policiais do interior, a ação contou a Superintendência Regional da PF. 
Investigação/ A Polícia Federal de Araraquara vem investigando a ação dos traficantes há semanas, inclusive com a prisão de um vereador da cidade Bocaína por envolvimento no esquema. 
Há menos de duas semanas, outro avião quase foi interceptado em Boa Esperança do Sul. A Polícia suspeitava de que ele estivesse carregado de cocaína. Além do vereador, que foi preso, um dos envolvidos morreu depois de trocar tiros com a polícia. O avião em questão conseguiu fugir para o Paraguai. (Agência Bom Dia).

Comente esta matéria

Comente esta matéria

Deixe seu comentário