Uso correto do uniforme e higienização de equipamentos preservam a saúde do militar

Dermatologista ressalta a importância das práticas no dia-a-dia dos bombeiros
Por Thássia Santos
Diariamente, os bombeiros se deparam com situações de diversas origens. Salvamentos, atendimento a vítimas de acidentes de trânsito, resgate de afogados, combate a incêndios. Todos estes tipos de ocorrências requerem dos militares uma atenção especial, inclusive no tocante à postura do militar e o uso correto dos equipamentos operacionais disponíveis, que juntos garantem o sucesso da operação e a preservação da vida do bombeiro.
Entre outras preocupações inerentes ao socorro, os bombeiros devem estar atentos ao uso correto do uniforme operacional, o qual é composto por calça e gandola de mangas compridas, que evitam o contato direto da pele do militar com a capa de aproximação, roupa utilizada durante o serviço de combate a incêndio. Também é relevante que cada militar realize a lavagem de seus equipamentos de proteção individual, contribuindo para a prevenção de problemas de pele.
Segundo a Capitã BM Socorro Ventura, dermatologista do CBMAL, através da lavagem das roupas de aproximação a segurança aumenta, já que a quantidade de bactérias presentes nas mesmas diminui consideravelmente, contribuindo para a prevenção de infecções na pele. “A lavagem não esteriliza, mas diminui o número de bactérias nas roupas. O suor acumulado, quando a roupa não é lavada, pode levar à proliferação de bactérias com produção de mau-cheiro e fonte de infecções”, explicou a médica.
A Corporação, preocupada com a saúde dos seus integrantes, sempre orientou o uso da gandola debaixo da capa de aproximação, que além de aumentar a proteção contra o fogo, também diminui os riscos de infecções de pele. Além disso, foram adquiridas máquinas lavadoras de roupas para a limpeza das calças e capas utilizadas durante o serviço, ressaltando a importância da higienização dos equipamentos usados pelos militares, que se forem corretamente limpos e guardados evitam o surgimento de doenças de pele e proporcionam um serviço mais confortável e seguro para o bombeiro.

Comente esta matéria

Comente esta matéria

Deixe seu comentário