Vamos continuar ajudando o comando a nos ferrar?

Desculpem os que apoiam as atuais lideranças de classe de nossa polícia e dos bombeiros. Mas não dá pra aguentar ver tanto medo e tanta insensibilidade nas pessoas que deveriam dar o próprio sangue, se preciso fosse, para defender a classe. Essa situação de medo e incompetência das associações acaba dando força aos nossos algozes.
É por isso que o BEF traz essa reflexão…
Pense bem, e responda: Qual é a melhor forma da tropa dar uma grande ajuda para o governo e para o Comando Geral da PMAL continuar nos ferrando? Resposta: Elegendo ou reelegendo as figurinhas abaixo como representantes das entidades de classe dos militares da ativa:
SALDO POSITIVO (PARA O GOVERNO E O COMANDO):
1 – Um movimento “trapalhão”, que “conseguiu” miseráveis 7%, mas nada de reposição da inflação deste ano em 2012; fizeram muito barulho nos jornais (holofote) e liderança que é bom, zero. O município de Maceió acabou de anunciar 3,09%, pra já, e 10% em janeiro de 2012 para os seus servidores. Sem contar que a prefeitura reajustou os salários acima da inflação no ano de 2010. Enquanto isso, no vizinho Estado de Sergipe, onde PM local recebe o segundo melhor salário do país, os PMs de lá querem mais. A campanha agora é para que o soldado passe a receber R$ 4.000,00. Hoje, o piso já soma mais de R$ 3.000,00.
2 – Carga horária vergonhosa sem que a gente veja quaisquer manifestações contra isso. Eles (os presidentes e presidenciáveis – sim, presidenciáveis, porque todos querem a reeleição) não usam a interferência jurídica ou política na solução do problema. Só usam a influência na Justiça e no Legislativo quando é para defender a si mesmos (para assumir mandatos, para tomar o poder e para ajudar aos “amigos” do poder). Teve um sargento que chegou a dormir na porta de um juiz pra falar com ele sobre um processo para assumir o comando de uma associação. Depois que assumiu a associação, sumiu do “mapa”. “É hora de você assumir, e sumir…”. NA BAHIA, O ESTATUTO DOS POLICIAIS MILITARES MANDA QUE SE TRABALHE APENAS 30 OU 40 HORAS (a depender da necessidade do serviço). EM MINAS, A CARGA HORÁRIA FOI NEGOCIADA, ASSUNTO SUPERADO. SÓ AQUI ENTERRARAM ESSA “CABEÇA DE CAVALO” CHAMADA ESCALA DA TORTURA e ninguém consegue resolver.
3 – Você conhece um só direito importante conseguido por essas “lideranças” nesses últimos 4 anos? Ao contrário, conseguiram deixar a classe perder direitos. A escala piorou, as perseguições do comando pioraram, as punições injustas idem. Teve até “expulsão” de militar da reserva depois de adquirido o direito de se aposentar;
4 – Essas “lideranças” não sabem fazer uma oposição inteligente ao governo do Estado e ao comando “malvadeza”. São amadores de política querendo ser liderança. São, na verdade nua e crua, balançados de cabeça, serviçais do comando e do governo.
5 – Eles criticam os oficiais por que se prendem a um carro, um telefone e combustível. E eles? Você sabe quanto essas associações gastam, juntas, com combustível, alimentação, farras, carros, favores aos amigos, emprego para parentes e afilhados, e pagamento de “pró-labore” (o conhecido “por fora”) a “diretores” que não tão nem aí pra nossa causa? Vamos mostrar em breve quanto é essa fortuna. E ainda têm a cara de pau de querer que os sócios banquem as viagens à Brasília por causa da PEC 300. Dá pra tu?
6 – Quando falam na imprensa é um horror. Total demonstração de falta de conhecimento e de causa. Não articulam um discurso coerente e inteligente. Falam um monte de baboseira e ainda se acham o máximo. Por falar nisso, o Fragoso se acha o super, hiper, máximo… Ele acha que tá “bombando”. Pobre alma!
7 – De todas elas, a ASSMAL é a BASE do PELEGUISMO. É mais fácil um boi voar do que você encontrar críticas severas e arrazoadas no site da Associação de Subtenentes e Sargentos. Até parece que nem existe governo e comando… No seu site, foi retirado o espaço para críticas e comentários. É O SITE DA FESTA. Tem de tudo que é festividade. Se você visitar a primeira vez, pode pensar que acessou o site de uma banda baiana. Em relação à sede, a coisa é simples: os sócios pagam e vão pra uma piscina abarrotada de gente no domingo, dentro de um clube sem nenhum conforto. Enquanto isso, a circunferência do ventre de alguém cresce sem parar…
8 – Finalmente, nenhuma dessas sortudas lideranças faz visitas periódicas aos sócios. Agora quer ver uma coisa? Você vai receber visitas constantes na época do “retorno ao poder”. Na eleição, eles levantam os traseiros das cadeiras e vão atrás dos votos dos otários.
Pois é, caros amigos, por ter colocado e se permitirem a permanência dessas “lideranças” nas associações, vocês, indiretamente, acabam ajudando a o sistema ditatorial deles aí embaixo:
Depois de votar neles, vê a situação da tropa:
Lutar contra adversários tão fraquinhos, nem chega a suar a camisa do governo…
Colocamos no ringue representantes despreparados para lutar contra os pesos pesados do governo. Esta situação, conforme bem defeniu “Minha Patroa”: “É nocaute o tempo inteiro, meu veio”. Só que os golpes doem na cara da tropa.
OH, DEUS, TENDE PIEDADE DE NÓS.

Comente esta matéria

Comente esta matéria

Deixe seu comentário