Em boletim, PM pede para policiais de folga ficarem em alerta

Boletim informativo oficial da Polícia Militar de São Paulo diz aos policiais que eles são “alvo em potencial” quando estão de folga e que não devem reagir nessa situação, mesmo em “casos de ações contra terceiros”.

“Acredite que você é um alvo em potencial, mesmo de folga. Para sua família e instituição, sua vida é o nosso maior patrimônio, portanto, zele pela sua segurança”, diz trecho do informativo distribuído mensalmente.

A edição de outubro trata só desse tema. De janeiro a outubro deste ano, 66 PMs foram assassinados, sendo que 63 estavam de folga.

O governo não descarta o envolvimento do crime organizado nas mortes. Reportagens da Folha com base em documento apreendido pela polícia mostram que a facção criminosa PCC deu ordens para matar policiais.

SEM REAÇÃO

Em outro trecho, o boletim pede aos PMs que não reajam quando estiverem de folga e que eles se lembrem que “sua família está em constante oração por sua segurança e por seu retorno”.

“Quando sozinho, não reaja, caso seja vítima de roubo ou em casos de ações contra terceiros. Solicite apoio sempre”, afirma.

O boletim pede aos PMs ameaçados que avisem o comando, o serviço reservado ou a Corregedoria. Procurada, a PM disse que não é a primeira vez que informações semelhantes são publicadas em seu informativo “nem será a última”.

(Folha de São Paulo)

Comente esta matéria

Comente esta matéria

Deixe seu comentário